políticas corporativas

Políticas corporativas: O que são, Exemplos e Como implantar em empresas

Você já ouviu falar em políticas corporativas?

Embora no contexto sócio-político pelo qual estamos passando a palavra “política” pode não ser bem recebida por algumas pessoas, aqui, estamos falando de algo diferente…

As políticas corporativas são excelentes ferramentas para a organização das empresas, além de trazerem benefícios aos funcionários e às corporações, de forma ampla.

Ficou curioso, ou quer saber mais sobre o assunto?

Nesse artigo abordaremos o que são políticas corporativas, suas funcionalidades, além de dicas para implementá-las em uma empresa.

O que são políticas corporativas e para que servem?

Políticas corporativas, ou políticas organizacionais, são normas estabelecidas por uma empresa, que tem como objetivo alinhar suas as expectativas e foco perante determinadas circunstâncias.

Por meio delas, são estabelecidas as rotinas e procedimentos do ambiente corporativo.

Para sua eficácia, tais regras necessitam ser seguidas por todos os funcionários e gestores da instituição, logo que são elas que norteiam o modo de funcionamento da mesma e, assim, seu desempenho e resultados alcançados.

Por tanto, tendo esses regulamentos estabelecidos e normalizados, diante de situações parecidas, todo o corpo corporativo tomará decisões semelhantes, visto o balizamento que as políticas corporativas realizam.

As políticas corporativas, quando bem estruturadas, apresentam vantagens corporativas, tais como:

  • Suporte na tomada de decisões, auxiliando na gestão de conflitos;
  • Alinhamento de expectativas, em especial entre níveis hierárquicos (fica claro para os funcionários e para os gestores o que se espera de suas respectivas funções);
  • Planejamento estratégico de longo prazo;
  • Fortalecimento do Branding Equity da empresa.

Os 6 tipos de políticas corporativas

Há um grande leque de possibilidades para a aplicação de políticas corporativas, porém, podemos separá-las e classificá-las em 6 grandes grupos, sendo eles:

Política de negócio

Enfaticamente, visam o cotidiano das linhas de produção.

Suas funções são limitar as escolhas para gerar processos operacionais parecidos.

Política corporativo

Se o grupo anterior é direcionado às funções operacionais, políticas corporativas são direcionadas aos cargos mais altos das empresas, como gestores e diretores.

Políticas explícitas

São regras estabelecidas em documentos, se utilizando da maneira formal para cumprimento das mesmas (carta magna, manuais de conduta, regimentos internos, etc.)

Políticas Implícitas

Diz respeito ao não formalizado, mas seguido como forma de tradições, costumes e relaciona-se à cultura corporativa.

Políticas internas

São políticas aplicadas dentro da empresa, direcionada aos funcionários em seus processos e comportamentos no ambiente corporativo.

Políticas externas

Embora políticas corporativas possam parecer algo totalmente interno, existem também as políticas externas que estão relacionadas às regras de como a empresa irá se portar perante a sociedade, clientes, fornecedores e intermediários.

Veja também: Gestão de relacionamento com clientes: Pilares e dicas para encantar os seus.

Como implementar políticas corporativas na empresa?

políticas organizacionais

A seguir, separamos etapas para a implementação de políticas corporativas em uma empresa.

1. Legitime a missão, visão e valores

É extremamente comum encontrarmos empresas que utilizam esses três pilares corporativos apenas como uma decoração emoldurada em uma sala de espera, não é mesmo?

Porém, missão, visão e valores precisam ser levados à sério dentro de qualquer corporação, logo que são a consolidação do ideal que a empresa busca para si.

Por isso, para se estabelecer políticas corporativas que guiarão o corpo institucional da empresa em seus objetivos, é necessário que estes ideais estejam bem definidos e validados.

2. Trace objetivos

E por falar em objetivos, navio que navega sem rumo, se perde no mar.

Toda empresa, em sua essência, nasce com um objetivo. 

Ao longo do tempo, diversas outras necessidades podem surgir e mudar o seu foco.

Por isso, é necessário estabelecer objetivos claros e sempre validá-los, pois as políticas corporativas servirão como meio para alcançá-los.

3. Faça um checklist de processos e procedimentos

Observe cada etapa necessária para a execução e/ou entrega do serviço ou produto final e faça uma lista de cada processo e procedimento necessário para ser concretizado.

Isso será importante para ter uma visão ampla da empresa e, ao mesmo tempo, individualizada.

vestibular athon blog

Desta forma, será mais fácil estabelecer políticas gerais, como também específicas para cada uma dessas etapas e funcionários envolvidos nelas.

4. Desenvolva políticas corporativas

Validadas as três etapas anteriores, chegou a hora de efetivamente estabelecer as políticas corporativas da empresa.

Lembre-se que elas precisam fazer sentido para a realidade da empresa e ao mesmo tempo serem extremamente claras para não gerar ruídos ou dupla interpretação.

5. Informe as equipes sobre as novas políticas

Tendo-as estabelecido, é hora de comunicar a toda a empresa.

A estratégia de comunicação é adaptável para cada realidade empresarial, porém, é necessário que a escolha contemple todos os funcionários e de maneira clara.

Também é preciso deixar disponível o acesso a esse documento de forma a que todo funcionário que queira verificá-lo, não tenha dificuldades em obtê-lo.

6. Defina níveis hierárquicos e funções

Como falamos anteriormente, ter políticas corporativas em uma empresa auxilia nas responsabilidades e funções de cada funcionário.

Embora muitas empresas buscam uma linha de trabalho mais linear atualmente, a hierarquia de funções e responsabilidades sempre vai existir na relação empregatícia.

Por isso, definir quem responde para quem, não só distribui responsabilidades, como auxilia na fluidez cotidiana da empresa.

7. Estabeleça treinamentos e esclarecimentos de dúvidas

Toda mudança pode gerar dúvidas.

Ainda mais quando falamos em estabelecer regras em um ambiente corporativo já em funcionamento.

Por isso, no processo de aplicação das políticas corporativas, promova treinamentos, diálogos e palestras.

Isso trará confiança e maior aceitação das novas regras por parte das equipes.

8. Pense no futuro

E esse tópico está atrelado diretamente ao segundo: traçar objetivos.

Afinal, estabelecer métodos e formas para os procedimentos e processos hoje, é preparar o caminho para o que se espera do futuro.

Lembre-se que as políticas precisam ser duradouras para serem efetivas e criar uma cultura corporativa em torno delas.

5 exemplos de políticas corporativas

Ficou com dúvidas sobre como aplicar políticas corporativas? Abaixo, listamos 5 exemplos práticos:

1. Código de ética

A primeira e principal política corporativa de uma empresa é o seu código de ética.

Ele é a aplicação prática da missão, visão e valores da empresa, logo, de extrema importância, como vimos anteriormente.

2. Políticas de Vendas

É a forma como a empresa irá agir nos processos comerciais e na relação com o cliente: atendimento, troca, devolução, prazos de entrega, assistência técnica, dentre outros.

3. Política de Produção

A política de produção diz respeito ao padrão de qualidade na entrega de produtos ou serviços.

Logo, regulam os processos necessários, gerando um sistema de produção.

4. Política de Créditos

É a forma como a empresa cede ou nega créditos aos seus clientes, facilitando o processo de venda, otimizando o fluxo de caixa e diminuindo os riscos de inadimplência.

São alguns exemplos: 

  • Concessão de descontos
  • Política de cobrança
  • Prazo de créditos
  • Padrão de créditos

5. Políticas de Recursos Humanos

Atreladas à processos de recrutamentos, remuneração, treinamentos, convênios, dentre outras ações direcionadas ao que é cedido do empregador ao empregado.

Políticas corporativas: o tipo de política mais do que necessária

Políticas corporativas podem ser excelentes ferramentas organizacionais.

Porém, assim como as próprias políticas pedem, é necessário seguir alguns procedimentos para bem defini-las e sem efetivas.

Gostou deste artigo? 

Então conte para a gente abaixo nos comentários quais outros assuntos do meio corporativo que você gostaria de ver por aqui. 

Quer receber informações sobre inovação e mercado de trabalho?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.