jovens empreendedores brasileiros (2)

5 Jovens Empreendedores Brasileiros e suas Ideias de Negócios Para Você se Inspirar

Dar forma a uma ideia através de uma startup, abrir uma loja ou um bar, investir em gastronomia, moda, sustentabilidade…

Iniciativas criativas borbulham entre os jovens empreendedores brasileiros que desejam abrir o próprio negócio e mudar o seu estilo de vida. 

O Sebrae e o Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), inclusive, confirmam: empreender é o 4° maior sonho entre os brasileiros. 

Prova disso é que a taxa de empreendedores individuais formalizados cresceu 27%. 

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), esse movimento não tem sido decorrente apenas da pandemia, mas se firmado como uma tendência nos últimos cinco anos. 

Mas por onde andam os jovens empreendedores brasileiros de sucesso e quais ensinamentos eles têm a compartilhar com a gente? 

Neste artigo veja as vantagens de ser um empreendedor e alguns conselhos de quem já errou, acertou e tem muita experiência no ramo. 

O que define o empreendedorismo e vantagens de investir nesse estilo de vida 

Diferente do que muitos pensam, empreender não significa apenas abrir o próprio negócio. 

Trata-se de uma mudança de estilo de vida e também de uma chamada de responsabilidade para si mesmo. 

É ser criativo diante do inesperado e paciente quando as coisas saem do controle. 

Ser um empreendedor também exige estar disposto a desenvolver constantemente aspectos como resiliência, flexibilidade, dinamismo e entender que a estabilidade nem sempre será um lugar comum

Quanto às vantagens em investir nesse processo, a autonomia talvez seja uma das mais expressivas. 

É porque você vai ter mais liberdade para decidir como quer trabalhar e quais diretrizes e valores vai atribuir ao próprio negócio.

Isso não quer dizer que você vai trabalhar menos se comparado a um emprego formal com carteira assinada, ok?

Apenas que poderá adaptar os seus horários sem, necessariamente, estar a postos no tradicional horário comercial.

A segunda vantagem é trabalhar com o que gosta ou naquilo que acredita. 

E é justamente essa motivação que mais mobiliza os jovens empreendedores brasileiros. 

Por fim, mas não menos importante, o retorno financeiro também deve ser inserido na lista.

Ainda que seja necessário um planejamento e investimento inicial, abrir o próprio negócio pode gerar um impacto positivo financeiro, diferente do salário pré-determinado da CLT.

E o sucesso, acredite, será a consequência do foco e da sua determinação. 

Já diria o co-fundador da Apple, Steve Jobs:

“Eu estou convencido de que metade do que separa os empreendedores bem-sucedidos dos não sucedidos é pura perseverança.”

Leia: 8 Curiosidades do Empreendedorismo que Você Vai Gostar de Saber

5 Jovens Empreendedores Brasileiros para você se inspirar

1. Eduardo Lyra

eduardo lyra empreendedor

Criador e CEO da organização social, Gerando Falcões, Eduardo Lyra carrega uma história de superação e de investimento em um empreendedorismo com propósito. 

Nascido em uma região extremamente pobre da cidade de Guarulhos, SP, Lyra foi o primeiro da família a entrar na faculdade – cursou Jornalismo na Universidade de Mogi das Cruzes – e, ao longo de sua trajetória, buscou inspiração no apoio da mãe, a diarista Maria Gorete.

 A frase “Não importa de onde você vem, mas para onde você vai”, repetida por dona Maria, virou seu mantra e está emoldurada em uma parede da organização. 

À frente da ONG Gerando Falcões, o empreendedor social promove projetos focados em esporte e cultura para crianças e adolescentes, e também oportuniza a qualificação profissional, inclusive para egressos do sistema penitenciário. 

Do ponto de vista de negócio, a Gerando Falcões possui um modelo de gestão inspirado no plano estratégico da Ambev, com metas, indicadores de performance e plano de carreira. 

Mais uma prova de que Eduardo Lyra não é apenas sensível para criar projetos sociais de impacto, mas também estratégico, afinal é preciso motivar os colaboradores para fazer a Gerando Falcões acontecer. 

2. Monique Evelle

monique evelle jovem empreendedora

Criadora do projeto Desabafo Social, um laboratório de tecnologias sociais com foco voltado para a geração de renda, educação e comunicação, Monique é outro exemplo de empreendedorismo social que deu certo no Brasil. 

Linkedin Top Voices, a baiana ainda é sócia da Sharp Inteligência Cultural, uma empresa de reputação de marcas, e autora do livro “Empreendedorismo Feminino: Olhar estratégico sem romantismo”. 

No TED abaixo, Monique fala sobre os desafios do empreendedorismo feminino, desconstrói discursos prontos sobre esse processo e inspira quem ainda está com aquela ideia guardada no fundo da gaveta. 

3. Emicida 

empreendedores emicida

Um verdadeiro empreendedor versátil. 

Essa é a veia do rapper, compositor e um dos empreendedores de sucesso mais talentosos do Brasil, Emicida. 

Criador do Laboratório Fantasma, empresa referência em merchandising de artistas, o artista também se arrisca como escritor infantil e ainda é comentarista do programa Papo de Segunda, do GNT. 

Não bastasse tudo isso, o autor de AmarElo, álbum vencedor do Grammy Latino 2021, também se prepara para ser mestre na Universidade de Coimbra. 

Todo esse envolvimento concede a Emicida uma das habilidades mais exigidas no universo do empreendedorismo: a adaptabilidade. 

4. Davi Braga

davi braga jovem empreendedor

O mais jovem empreendedor da nossa lista tem 19 anos, mas foi aos 13 que deu os primeiros passos na carreira.

Com o objetivo de ajudar a mãe, dona de uma loja de materiais escolares, Davi criou uma startup chamada LIST-IT para melhorar a comunicação entre pais e empresas de material escolar.

De lá para cá o jovem não parou mais. 

Participou do Shark Tank Brasil, tornou-se Forbes Under 30, e hoje também é CEO do movimento Jovens Protagonistas, movimento que tem o objetivo de inspirar, direcionar e educar jovens a serem protagonistas de suas próprias vidas através da mudança de mentalidade, do preparo técnico e, claro, da prática. 

5. Anna Luísa Beserra

anna luisa beserra jovem empreendedora

Com a pauta ESG (environmental, social and governance” (ambiental, social e governança, em português) na ponta da língua, Anna Luís Beserra, aos 23 anos, é nada menos, que CEO de uma startup socioambiental com reconhecimento da ONU. 

Batizado de Safe Drinking Water For All (SDWF), o negócio da jovem empreendedora tem a missão de desenvolver tecnologias para resolver problemas de gestão, geração e tratamento dos recursos hídricos que melhoram a qualidade de vida de pessoas mais vulneráveis. 

Esse pioneirismo todo já rendeu reconhecimentos nacionais e internacionais, como os prêmios “Mude o Mundo como uma Menina 2019”, “Jovens Campeões da Terra”, da ONU e “Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade”. 

Não por acaso, Anna foi personagem de uma reportagem da revista Época Negócios e adiantou seus planos: através da SDWF, quer gerar água potável não só para as áreas secas do Nordeste, mas para países da África e outros lugares carentes da América Latina. 

5 conselhos para você se tornar um empreendedor

Quer dar o start para a sua ideia, mas não sabe por onde começar? 

Veja alguns conselhos para você começar a agir agora mesmo. 

1. Foco, muito foco

Um dos principais motivos por que 80% das micro e pequenas empresas fecham no primeiro ano é a falta de foco. 

Ao se depararem com a liberdade, muitas pessoas se perdem e esquecem que para gerir o próprio negócio é necessário ter ainda mais organização do que já tinham em um emprego formal. 

Pelo menos no início, lembre-se que tudo depende única e exclusivamente de você.

2. Seja teimoso 

Romero Rodrigues, co-fundador do Buscapé, vendido para o grupo Naspers por U$ 342 milhões é curto e direto: “Seja teimoso, pois você vai receber não como resposta o tempo todo.”

Em outras palavras, ele quis dizer que se você tem ideia do que realmente quer, vá em frente e não desista mesmo que todos digam o contrário. 

3. Defina bem o seu nicho de atuação

Quanto mais você conseguir recortar o seu nicho, mais fácil será elaborar uma solução realmente inovadora. 

Com a área bem definida, você tem mais condições de entender as dores do seu público, se comunicar com ele e ainda virar autoridade no assunto. 

4. Um pouco de loucura cai bem

Steve Jobs já alertava:

“Aqueles que são loucos o suficiente para acreditar que podem mudar o mundo são os que realmente o mudam.”

Portanto, não se sabote ou sabote a sua ideia logo na largada. 

Converse com pessoas de confiança, pesquise e estude a viabilidade de entrada de mercado do seu produto. 

Seja louco o suficiente para não desistir daquilo que você se propôs. 

5. Escute e aprenda com os seus clientes

Bill Gates, co-fundador da Microsoft, acreditava que a maior fonte de aprendizado de qualquer empreendedor são os clientes mais insatisfeitos. 

Por isso, ao lançar um produto, confie no feedback recebido e entenda esses retornos como críticas construtivas para evoluir. 

O mundo digital facilita a vida dos empreendedores?

A expansão da internet facilita o acesso à informação e, por consequência, ajuda jovens empreendedores brasileiros a expandirem suas ideias na web e construírem negócios 100% online. 

Seja através de um e-commerce, marketplace, agência online de conteúdo, portais de astrologia, de gastronomia, entre outros, o empreendedorismo digital tem possibilitado cada vez mais que as pessoas coloquem suas ideias na prática de forma mais rápida. 

Além de não precisar de um espaço físico, e por consequência, dispensar um investimento mais expressivo no início, o empreendedorismo digital tem o potencial de atingir um maior número de pessoas não só da sua cidade, mas do estado e até do país. 

Mas é claro que nada vem de graça. 

Para investir tempo e esforço nessa ideia, não esqueça que o conhecimento em marketing digital, em vendas, e em mídias digitais é só o começo dessa jornada, ok?

Confiança e coragem: o start para você empreender 

Como deu para perceber, empreender exige coragem e resiliência. 

Exige também que o empreendedor acredite na sua ideia e estude todas as possibilidades de atuação do produto para escolher um nicho certo e investir todo o esforço necessário. 

Se você gostou dessa leitura e quer aprofundar o seu conhecimento sobre empreendedorismo, acesse o artigo 9 Startups Brasileiras de Sucesso para Você se Inspirar ou se aventure nas ousadas ideias de Elon Musk

Formação e conhecimento do mercado de trabalho também são importantes, por isso, confira como a Graduação em Administração pode fazer de você um empreendedor mais seguro. 2.

Quer receber informações sobre inovação e mercado de trabalho?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.