feedback e feedforward

Feedback e Feedforward: Diferenças, Importância e Exemplos

Você sabe qual a diferença entre feedback e feedforward?  Já colocou na prática algum desses conceitos?

Importantes para ajudar no desenvolvimento de qualquer profissional, essas duas ferramentas são fundamentais para você verificar quais são os pontos que têm deixado a desejar e como pode potencializar essas e outras características que já são fortes em seu perfil.

Trata-se, portanto, de dois conceitos que se complementam:

O Feedback olha para o passado e aponta, de forma construtiva, as suas falhas.

O Feedforward foca no futuro e sugere ações para você melhorar.

Acompanhe este artigo até o final e entenda como você pode se apropriar do Feedback e do Feedforward para alcançar melhores resultados.

O que você vai ver:

Qual a diferença entre feedback e feedforward?

É bem provável que você esteja mais familiarizado com o conceito Feedback. Essa ferramenta há muito tempo já é considerada uma habilidade essencial para os líderes que buscam aprimorar as habilidades da equipe.  

As razões são evidentes: os funcionários precisam saber se o desempenho alcançado até então corresponde às expectativas da empresa. 

O Feedback, portanto, identifica as necessidades do passado com base nos resultados que já foram apresentados e reorienta o funcionário para a melhoria desse cenário.  

Trata-se, portanto, de uma devolutiva. 

Mas então o que muda de um conceito para o outro?

A diferença entre Feedback e Feedforward é que o segundo olha para frente e trabalha em uma pegada de “sugestão”. 

Para você se familiarizar, o Feedforward foi criado por Marshal Goldsmith, responsável por orientar mais de 50 mil executivos.

Ele explica que o conceito se afasta do julgamento e se aproxima de uma orientação a longo prazo.

Ou seja: pode ser mais produtivo ajudar as pessoas a estarem “certas” no futuro do que provar que estavam erradas no passado.

Focar na solução e não no problema, nesse contexto, é visto como o melhor caminho.

Importante lembrar que o Feedforward é um processo contínuo focado no futuro da carreira.

É por isso que os gestores que aderem ao conceito atuam como treinadores e não meros executores em busca de um resultado.

Foco no potencial

Outra característica do Feedforward é o foco no ponto forte do profissional. 

O raciocínio é simples: em vez de usar o tempo corrigindo as fraquezas, os gestores que utilizam o Feedforward usam a sua energia para aprimorar aquilo que sua equipe faz de melhor.

O resultado, claro, é um conjunto de profissionais mais competentes, produtivos e realizados.

Mas então o Feedforward é uma ferramenta mais eficiente?

Nem sempre. Feedback e Feedforward são conceitos que se complementam para otimizar a gestão de pessoas.

Como saber onde expandir as minhas possibilidades sem antes entender onde estou pecando?

vestibular athon blog

Por que são importantes no ambiente empresarial?

feedforward

O Feedback e o Feedforward são fundamentais porque ajudam no desenvolvimento profissional e estimulam o autoconhecimento.

É preciso reconhecer os erros e, mais importante ainda, buscar soluções inovadoras.

Ambos os conceitos também trabalham uma habilidade que já começa a ser exigida pelo profissional do futuro, segundo o Fórum Econômico Mundial: a adaptação.

Isso significa que você precisa ser capaz de romper com suas verdades, para aprender o que for necessário de acordo com cada momento.

Entendeu a importância das devolutivas e das ações a longo prazo para encarar esse contexto?

7 exemplos de feedbacks e feedforwards

Exemplos de Feedback:

1) Imagine que você acompanhou uma reunião na última semana com a diretoria da empresa e foi orientado a fazer um relatório sobre os principais pontos abordados.

Após a entrega solicitada, seu chefe te chama e dá o feedback: “Você prestou pouca atenção na apresentação e o relatório ficou incompleto. É importante você ficar mais atento para não prejudicar a equipe.”

2) O feedback, por outro lado, também pode reforçar os seus pontos fortes.  Imagine que o relatório elaborado superou as expectativas e, além de ter reforçado os principais pontos, acenou questões sensíveis e indicou de forma objetiva quais serão os próximos passos da área.

Nessa hora, o seu gestor pode conceder um feedback elogiando esse empenho. “Seu relatório ficou muito completo e servirá como um guia para a nossa área nos próximos meses. Obrigada pelo empenho e cuidado ao realizar essa tarefa tão importante para nós.”

3) Depois de um projeto elaborado em equipe que não foi tão bem sucedido, o gestor convoca uma reunião. Ele expõe os pontos positivos, mas explica as razões pelas quais  a mobilização não deu certo.

4) Em uma avaliação de desempenho, seu gestor fala sobre seus pontos fracos e como você pode melhorá-los, mas também reforça os pontos em que você se sai bem e contribui para alcançar os resultados da empresa.  

Veja também: Como dar Feedback para o seu Gestor

Exemplos de Feedforwards:

1) Na mesma reunião em que você não prestou atenção, seu gestor, em tom de sugestão, diz: “Nas próximas reuniões você pode anotar os pontos que não entendeu e me consultar depois. É importante ficar atento aos detalhes para ter uma noção completa do que a área está fazendo.”

2) Na hora de avaliar o projeto que não alcançou o resultado esperado,o líder convoca uma reunião e apresenta uma nova sugestão com step-by-step (passo a passo). Pede também a colaboração dos funcionários a fim de reestruturar o plano e expandir as possibilidades da equipe.

3) Na avaliação de desempenho seu gestor fala sobre seus pontos fortes e sugere treinamentos online ou presenciais para potencializar o que você já tem de melhor a fim de buscar a excelência. 

Unindo os dois exemplos

Isso é real: quando os criadores da Pixar se reúnem para revisar o trabalho da semana, é esperado que os colegas dêem um Feedback (devolutiva) ao outro para melhorar o trabalho.

Faz parte da cultura da empresa.

O que torna essas sessões mais eficazes é uma regra importante: os participantes não podem apontar o problema sem propor uma alternativa.

Esse formato, aliás, é uma maneira eficiente de operacionalizar os impasses.

Gostou do assunto e quer se aprofundar?  Aproveite e assista ao TED “The Joe of Getting Feedback”, ministrado por Joe Hirsch, especialista em ajudar negócios a implementar uma cultura high performance de feedback.

Feedback e Feedforward para todos

Entender seus pontos fracos e ampliar as possibilidades daquilo que você já tem de melhor são processos muito importantes para obter um bom desempenho na vida profissional e pessoal.

Ferramentas como o Feedback e Feedforward vêm para impulsionar esse processo e mostrar que todo mundo pode se desenvolver, independente de quais características apresentem.

Sempre é tempo de evoluir.  Por isso leia, busque cursos de especialização ou MBA e qualifique-se!

Aproveite e veja o portfólio de cursos que a ESAMC oferece. Quem sabe você não dá o start hoje mesmo?

Quer receber informações sobre inovação e mercado de trabalho?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.