esteticista

Esteticista: O que faz, Salário e Como se tornar um(a)

Cuidar da beleza, do bem-estar e da saúde da pele e do cabelo de outras pessoas exige formação. 

É o esteticista e cosmetólogo, profissão regulamentada desde 2018 e que exige curso superior para poder atuar.

Se você curte a área, mas ainda tem dúvidas, pode ficar sossegado.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o Brasil é o terceiro maior mercado em estética do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e China. 

De 2014 a 2018, de acordo com a associação, o setor cresceu 567% no país

E mesmo com a pandemia, na contramão da maioria da economia brasileira, a estética teve aumento de 5,8% e se destaca como um dos mais promissores do país.

Quer saber tudo sobre ser Esteticista? A gente te conta o que faz, quanto ganha e como se tornar um. Vem ver!

O que faz um esteticista

Um esteticista promove a beleza e o bem-estar das pessoas, utilizando técnicas e procedimentos no rosto, no cabelo e no corpo de seus clientes.

O profissional é capacitado para fazer avaliações e também para realizar as intervenções mais indicadas, desde limpeza de pele, drenagem linfática, depilação e massagem, até métodos avançados para suavizar linhas de expressão, promover hidratação, combater a queda de cabelos e reduzir estrias e celulites.

Onde um esteticista pode trabalhar?

Um esteticista e cosmetólogo tem diversas possibilidades para atuar após a formação. Pode abrir o próprio negócio ou trabalhar em lugares como salões de beleza, spas, hotéis, cruzeiros, resorts, academias e consultórios.

Mas a atuação desse profissional não é limitada a esses estabelecimentos comerciais. 

Com amplo conhecimento sobre o corpo humano e técnicas de saúde e embelezamento, o profissional de Estética e Cosmética pode atuar junto com diversos profissionais, desde massagistas até médicos, formando equipes multidisciplinares visando o bem-estar dos pacientes.

O esteticista também pode indicar e aplicar cosméticos, tanto para a pele quanto para o cabelo, de acordo com as necessidades e preferências das pessoas que atende.

Outra possibilidade é dar consultoria de visagismo, conjunto de técnicas usado para valorizar a beleza do rosto de seus clientes por meio de estudo das características físicas e psicológicas da pessoa. 

Maquiagem, cosméticos, tintura e corte de cabelo e design de sobrancelhas, por exemplo, são algumas das práticas adotadas. 

Além disso, o profissional de Estética e Cosmética pode atuar como um consultor de cosméticos e equipamentos de estética para outras pessoas, empresas ou salões, indicando as melhores opções e tendências.

É também possível trabalhar de forma independente para celebridades, dar cursos e consultorias, ou trabalhar junto a produtoras de filmes e fotos ou empresas de televisão, que também precisam de esteticistas nas suas equipes.

Ou de forma autônoma e que vem crescendo cada vez mais é trabalhar com produção de conteúdo para redes sociais, como YouTube e Instagram.

Outra possibilidade, ainda, é ser professor de Estética e Cosmetologia. Para este último caso,  também teria de fazer pós-graduação.

curso de esteticista

Quanto ganha um esteticista?

Como vimos, existe uma gama enorme de possibilidades de trabalho para quem é estetista, por isso, a remuneração desse tipo de profissional é bastante variada.

Segundo o site Educa Mais, os salários giram, em média, de R$ 1.454,85 a R$ 3.664,14, dependendo do porte da empresa e tempo de experiência do profissional.

É claro que o levantamento considera remunerações de empregos mais tradicionais. 

Os ganhos podem aumentar consideravelmente se o estetista decidir abrir o próprio negócio, seguir uma carreira autônoma ou até unir um emprego com produção de conteúdo digital, ou com consultorias, por exemplo.

Como é uma área que tem crescido e evoluído muito, o mais importante é se manter atualizado e aberto a novas oportunidades e caminhos.

Esteticista é uma profissão regulamentada?

Desde abril de 2018, a profissão de esteticista é regulamentada. A Lei n°13.643/2018 compreende tanto o esteticista e cosmetólogo, quanto o técnico em estética.

A legislação coloca como pré-requisito ter se formado em uma instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, ou pelo menos três anos de atuação na função, para poder ocupar cargos em clínicas e consultórios.

É necessário, ainda, cumprir algumas exigências: quem for graduado em Estética e Cosmetologia, por exemplo, pode ser responsável técnico pelos centros de estética no qual atuam e têm o dever de manter o ambiente adequado de acordo com as exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A regulamentação da profissão é importante tanto para os profissionais, que tendem a ser mais valorizados, quanto para a população em geral, que poderá contar com serviços mais qualificados e certificados.

Tecnólogo em Estética e Cosmética: o caminho para se tornar esteticista

Gostou das características e possibilidades da profissão? Então, chegou a hora de ver como se tornar um ou uma esteticista.

A Athon, faculdade de Sorocaba, oferece o Tecnólogo em Estética e Cosmética

O curso superior tem duração de apenas 6 meses, mas contempla teoria e prática para formar um profissional completo.

O grande diferencial da Athon é a preparação focada no mercado de trabalho e nos professores experientes, atuantes no mercado e renomados.

Segundo Daniele Botega, coordenadora do Tecnólogo em Estética e Cosmética da Athon, o curso de graduação é baseado em três pilares fundamentais:

1 – Pilar técnico

O estudante é capacitado para identificar e buscar as melhores soluções para problemas estéticos, com disciplinas de Anatomia, Fisiologia, Cosmetologia, Tricologia, Técnicas em estética (corporal, facial e capilar) e aulas em laboratórios especializados.

2 – Pilar gerencial

Foco em desenvolver um profissional apto e consciente das suas necessidades empresariais de gestão e planejamento.

3 – Pilar de inovação

Objetiva preparar esse profissional para um mercado dinâmico, ativo e que possui clientes sempre em busca de novidades.

Por fim, vale destacar ainda que quem cursa Estética e Cosmetologia na Athon também tem possibilidade de seguir estudando na área e fazer pós-graduação na área de Saúde e Ciências Biológicas, entre outras.

Mercado em expansão 

O segmento da beleza segue crescendo com o avanço da tecnologia, mas não só isso. 

A tendência é de que a busca pela estética esteja cada vez mais atrelada à saúde e procedimentos não invasivos.

Como reflexo, a cirurgia plástica está perdendo espaço nos consultórios. 

Os dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) revelam o crescimento da demanda por tratamentos não cirúrgicos.

E aí que a função do esteticista se encaixa perfeitamente!

Com a regulamentação da profissão, a demanda por profissionais habilitados e competentes tende a crescer ainda mais.

Quer saber mais sobre o curso? Confira a página oficial do Tecnólogo em Estética e Cosmética da Athon Ensino Superior.

blog vestibular

Quer receber informações sobre inovação e mercado de trabalho?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.