consultor financeiro o que faz

Consultor financeiro: O que faz, quanto ganha e como se tornar um

Ninguém discute: o consultor financeiro é uma profissão em alta no mercado. 

Cada vez mais empresas procuram ajuda desse profissional para organizar os recursos, analisar custos e planejar investimentos para um negócio. 

Neste artigo nós vamos contar para você o que faz o consultor financeiro e como ele pode atuar no mercado para gerar resultados para as empresas e também para pessoas que buscam organizar seu dinheiro e controlar o orçamento familiar. 

Prepare-se para descobrir quanto ganha um consultor financeiro, suas formas de atuação e como você pode se preparar para atuar neste segmento. Boa leitura. 

O que faz um consultor financeiro

O consultor financeiro é um profissional responsável por “estudar” as melhores formas para se usar o dinheiro.

Por meio de pesquisas de mercado e análises do orçamento empresarial (ou familiar, como você verá mais adiante), o consultor orienta a tomada de decisão, ou seja, ele indica os melhores caminhos para a utilização do dinheiro, evitando prejuízos e potencializando resultados.

Tudo isso não é feito com base em achismos, veja algumas das atividades que fazem parte da rotina do consultor financeiro:

  1. Análises de balanços financeiros empresariais;
  2. Monitoramento de custos;
  3. Criação de planos de negócios;
  4. Elaboração de orçamentos;
  5. Indicações de investimentos.

Com base nos dados levantados nessas atividades, o consultor financeiro auxilia os administradores financeiros na hora de bater o martelo e definir como o dinheiro da empresa será usado. 

Resumindo: o papel é de orientação, não de execução. Isso significa que o Consultor Financeiro não fica responsável pela aplicação daquilo que recomenda. Essa tarefa é dos gestores. Sua missão é aconselhar, mas não monitorar o andamento das atividades. 

Qual a importância de um consultor financeiro para uma empresa?

O que o consultor financeiro faz para uma empresa é atuar como um grande analista do dinheiro. 

Seu olhar atento sobre os resultados, relatórios de gastos e sobre o fluxo de caixa permitem que ele consiga identificar problemas como:

  1. Mau uso dos recursos empresariais;
  2. Contratos que não são vantajosos para a empresa;
  3. Processos que custam muito caro e geram pouco resultado;
  4. Dificuldades na saúde financeira do negócio.

Para facilitar, pense que o consultor financeiro é como um “médico do caixa da empresa”. Ele consegue identificar alguns sintomas e gerar um diagnóstico para acabar com eles.

E por que isso é tão importante para uma empresa? 

A resposta é bem simples: porque nenhum negócio deve desperdiçar seus recursos, especialmente em momentos em que a economia traz desafios e a concorrência é cada vez mais acirrada.

É como diz o ditado: “Dinheiro não dá em árvore”

Portanto, é preciso saber como utilizá-lo com sabedoria, sempre visando bons resultados, redução de custos e aumento dos lucros. 

Como se tornar um consultor financeiro?

Para atuar como consultor financeiro e planejar sua carreira, você deve se preparar para entender como funciona a administração de uma empresa e, claro, como executar a gestão financeira.

Aqui na Athon você pode trilhar seu caminho como consultor por meio de dois cursos diferentes: Bacharelado em Administração ou Tecnólogo em Gestão financeira.

Ambos os programas de ensino oferecem os conhecimentos necessários para entender o dia a dia das empresas, suas operações financeiras e os principais processos envolvidos neste universo.

Separamos para você a história de um de nossos alunos, o Pablo Pinuelo. Ele se formou no curso de Administração da Athon e hoje trabalha com consultoria de investimentos. Clique aqui e saiba mais!

Quanto ganha um consultor financeiro?

O salário de um consultor financeiro varia de acordo com seu nível de experiência e também conforme a empresa onde atua (já que ela pode ter a sua própria política de cargos e salários, fugindo um pouco do padrão do mercado).

De acordo com o site Vagas.com, uma das maiores referências em termos de mercado de trabalho e recrutamento, o salário inicial gira em torno de R$ 1.900 e pode chegar até R$ 7.000. 

Contudo, a média salarial é um pouco mais baixa, algo próximo de R$ 4.000.

Mas essa é uma previsão para quem atua internamente em uma empresa, ou seja, é um profissional contratado para isso. 

Porém, é importante lembrar que o consultor não precisa atuar como funcionário de uma instituição, nada impede de seguir uma carreira como autônomo, oferecendo consultorias pontuais para diversas empresas e até para pessoas. 

Nessa dinâmica, a renda mensal pode ser bem maior, ainda mais quando os clientes são grandes empresas ou até mesmo famílias que possuem grandes patrimônios.

Onde um consultor financeiro pode atuar?

O consultor financeiro faz um trabalho que serve tanto para pessoas físicas quanto jurídicas. 

Ou seja, empresas e pessoas podem utilizar seus serviços para terem um apoio na hora de utilizar o dinheiro com mais sabedoria e precisão.

No campo empresarial, o consultor pode ser o braço direito do Executivo Financeiro, do Gerente de Finanças e dos próprios donos e sócios da Companhia. 

Sua atuação consultiva pede que ele esteja próximo do “centro de comando” do negócio, afinal, ele precisa orientar a tomada de decisão, que é geralmente concentrada nos principais executivos. 

Já no campo pessoal, o consultor financeiro pode orientar pessoas e até mesmo famílias sobre as melhores formas de controlar e utilizar seus recursos. Veja algumas atividades que podem ser feitas por um consultor que atua diretamente com finanças pessoais:

  1. Orientação para uso da renda familiar;
  2. Indicação de investimentos para aumentar o patrimônio;
  3. Gestão de patrimônio;
  4. Criação do planejamento orçamentário familiar;
  5. Análise de dívidas e construção de planos de ação para sair do vermelho.

O consultor financeiro pessoal tem um papel mais de educador.

Geralmente ele é acionado para ajudar pessoas que não sabem administrar bem seu dinheiro, mas precisam tomar o controle da situação para evitar prejuízos e problemas de endividamento.

Qual o perfil de um consultor financeiro?

O principal papel de um consultor é orientar pessoas e empresas para tomarem as melhores decisões na hora de usar o dinheiro, logo, isso exige muito estudo.

O perfil profissional do consultor é bem analítico, ou seja, é preciso ser bem estudioso e organizado para lidar com números, relatórios de desempenho e todas as informações que orbitam o setor financeiro.

Mas conhecimento técnico não é o bastante.

Ele é indispensável e o centro da sua preocupação, porém, não podemos descartar outras habilidades fundamentais como:

  1. Comunicação: o consultor precisa transformar dados em informações claras e compreensíveis para orientar seus clientes da melhor forma possível;
  2. Liderança: é preciso ter habilidades de liderança e conhecer a rotina e atribuições de um líder empresarial para saber como dar boas orientações para executivos e donos de negócios;
  3. Transparência: como o trabalho envolve muitos números e, claro, dinheiro, o profissional precisa ser ético e não deixar dúvidas sobre sua atuação;
  4. Disciplina: como é preciso analisar muitos dados e ficar de olho em diversas operações financeiras, o consultor precisa de disciplina para suas tarefas diárias, além de organização para não perder nenhum dado importante.
  5. Inovação: é preciso conhecer as novas práticas do mercado e as tendências do setor financeiro para orientar os clientes e indicar ferramentas e processos modernos e eficientes. 

4 filmes sobre finanças para você se inspirar

Para fechar, que tal uma lista de filmes sobre finanças para ver se você realmente curte essa área? Veja nossas indicações!

1. A Grande Aposta 

consultor financeiro a grande aposta (2)

O filme aborda a crise financeira que assolou os EUA e todo o planeta entre 2007 e 2008. O protagonista é dono de uma empresa e faz uma escolha arriscada: apostar que o sistema imobiliário americano vai quebrar.

Ele investe “contra o sistema”, algo que ninguém nunca tinha feito. A ideia é descoberta por um corretor de Wall Street e oferecida a um grande empresário. O resultado dessa grande aposta? Só assistindo para saber!

2. O Lobo de Wall Street

consultor financeiro o lobo de wall street

O célebre filme que tem uma atuação incrível de Leonardo DiCaprio mostra como um corretor do mercado financeiro se tornou milionário. A história é cheia de corrupção, atividades ilegais e, claro, muito dinheiro envolvido.

O filme não é bem uma inspiração, afinal, muitas das coisas que o protagonista faz são ilícitas, porém, mostra como o jogo do dinheiro acontece no principal centro econômico do mundo, que é Wall Street. 

3. Freakonomics

consultor financeiro freakonomics (2)

O filme é inspirado no livro de mesmo nome escrito por Steven Levitt e Stephen Dubner. 

A obra conta como os dois autores aplicaram teorias econômicas em ações de rotina, o que ajuda a entender como funciona a economia mundial e operações como comércio exterior, operações financeiras de grande porte e muito mais. 

Tanto o livro quanto o filme são excelentes formas para entender qual é o papel dos principais protagonistas do mercado financeiro e da economia global. 

4. Wall Street – O dinheiro nunca dorme

consultor financeiro wall street (2)

O filme de 2010 conta como Gorgon Gekko se reergue após ser preso por fraudes financeiras. 

Como está impedido de atuar no mercado, Gekko foca em palestras e consultorias onde critica o comportamento do mercado. 

A ideia chama a atenção de um operador de Wall Street, que pede ajuda de Gekko para lidar com a situação de um grande cliente. 

Para entender toda a história, não deixe de assistir também o primeiro filme, que é considerado um clássico do diretor Oliver Stone e foi lançado em 1987. 

Preparado(a) para cuidar do dinheiro dos outros?

Um consultor financeiro é um profissional muito importante para equilibrar as finanças empresariais e pessoais e ajudar pessoas e instituições a tomarem as melhores decisões na hora de utilizar o dinheiro.

Se você se interesse pela economia e pelo mercado empresarial, saiba que existem boas oportunidades no mercado com salários interessantes e alto potencial de crescimento.

Na hora de buscar formação de qualidade para dar o pontapé inicial na sua carreira, lembre-se que a Athon oferece programas de ensino que trazem os principais conceitos e alinham prática com conhecimentos em sala de aula para que você saia preparado para o mercado.

Conheça os cursos indicados para esta profissão:
Bacharelado em Administração ou Tecnólogo em Gestão financeira

blog vestibular

Quer receber informações sobre inovação e mercado de trabalho?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.