comercio exterior

Comércio Exterior: Carreira, Salários e Onde Atua

Em um mundo cada vez mais globalizado, o mantimento de relações comerciais é uma das bases de sustento desta ideia de interconexão mundial.

Nesse sentido, percebemos então a grande importância para as empresas, como também para os governos, da contratação de profissionais especialistas em Comércio Exterior, assegurando boas negociações e prospecção de potenciais novos clientes internacionais.

Porém, você sabe pelo o que mais este profissional é responsável?

Neste artigo detalhamos todas as possibilidades de atuação, como também habilidades necessárias e salários.

Acompanhe.

O que faz um profissional tecnólogo em Comércio Exterior?

O profissional de Comércio Exterior atua no intermédio das relações comerciais com empresas e governos de países diferentes, além de administrar boa parte da logística de importação e exportação de produtos, bens ou serviços.

Sendo assim, é de responsabilidade deste profissional:

  • A administração do despacho e conferência da legislação aduaneira, seja para importação ou exportação;
  • Realizar a venda do produto ou serviço oferecido pela empresa para potenciais compradores internacionais.
  • Administrar a importação de tudo que é adquirido pela instituição;
  • Gerenciamento do melhor custo-benefício no processo da logística internacional;
  • Realização de operações cambiais para com países com quem mantém esse tipo de atividade;
  • Busca por potenciais clientes internacionais.

Por essas necessidades, é imprescindível a quem trabalha nessa área ter como habilidades intrínsecas, ou interesse e aprimoramento, em:

  • Números e cálculos;
  • Resolver problemas;
  • Ter boa desenvoltura em gestão e planejamento;
  • Ter grande aptidão na organização dos processos.

Por lidar com contratos, negociações e cotações, também é fundamental a este profissional ter domínio sobre áreas como Direito, legislação, economia e até mesmo Tecnologia da Informação.

Além disso, assim como quem atua como diplomata, o constante contato com diferentes países exige certa habilidade e domínio em outros idiomas, começando pelo inglês e pelo espanhol, porém, sendo recomendável o conhecimento também de outras línguas.

Onde este profissional pode atuar?

O comércio exterior em si possui uma vasta área de atuação, o que dá a este profissional várias possibilidades de trabalho. Dentre elas, estão:

  • Indústria;
  • Comércio;
  • Empresas de logística;
  • Instituições financeiras;
  • Empresas importadoras;
  • Câmbio e seguro
  • Cargos públicos.

É importante salientar este último item, logo que secretarias municipais e estaduais, ministérios e até mesmo órgãos federais constantemente necessitam de profissionais com esse tipo de know-how para ajudarem em suas operações internacionais.

Além disso, dentro dessas possibilidades de lugares e instituições para atuar, há as possibilidades de funções dentro de cada uma, como:

Análise de mercado

Identificando tendências, oportunidades e a movimentação do mercado, na busca da prospecção de potenciais clientes, atuando na condução das negociações entre empresas e governos, além de controlar os documentos relacionados à importação e exportação.

Consultoria

No cargo de consultor, o profissional de comércio exterior analisa toda a conjuntura econômica e empresarial da empresa a qual prestará o serviço e apresenta as melhores soluções para os acordos e processos logísticos nas atividades de importação e exportação.

Cotação

No processo de venda ou aquisição de produtos, matéria-prima ou serviços, é necessário levar em consideração o câmbio de moeda e o valor de venda para analisar a viabilidade da ação desejada, sendo exatamente essas as obrigações deste profissional ao assumir a função de cotação.

Gestão

Ao trabalhar com gestão, como o nome sugere, suas responsabilidades se estendem ao gerenciamento dos processos logísticos, como também à administração das pessoas e setores das empresas envolvidas nas operações, de forma a atuarem conjuntamente e funcionalmente.

Marketing

Ao trabalhar em junto ao marketing, o profissional busca entender a cultura e as tendências do país ao qual será destinado o produto, de modo a adaptá-lo às necessidades, gostos e linguagem do público-alvo, tornando-o mais atrativo.

o que e comercio exterior

Como se tornar um profissional em Comércio Exterior?

Para quem deseja seguir na carreira de comércio exterior, há algumas maneiras de entrar nesse universo.

A primeira delas é, obviamente, cursar um curso superior de Comércio Exterior, que pode ser realizado por meio de bacharel ou tecnólogo, tendo uma duração média de 4 ou 2 anos, respectivamente.

No curso, o aluno aprenderá e desenvolverá habilidades como análise de tendências, identificação de fornecedores e compradores internacionais, avaliação de fretes e seguros, dentre todas as demais habilidades que citamos anteriormente.

No tecnólogo da Athon Ensino Superior, além de tudo isso, o estudante ainda desenvolve um olhar altamente estratégico e sistêmico sobre os procedimentos administrativos, logísticos, financeiros e aduaneiros, algo extremamente desejável pelas instituições privadas e públicas.

Outro caminho para se tornar um profissional de comércio exterior é se graduar no bacharelado de Administração ou Economia e, em seguida, realizar uma pós-graduação, em cursos de especialização ou realizar um MBA.

Algumas possibilidades de cursos de pós-graduação são comunicação em crises internacionais, perícia aduaneira em comércio exterior, MBA em gestão estratégica de comércio exterior ou em gestão de negócios internacionais.

Como é a grade curricular do curso de comércio exterior?

Mas, afinal, como funciona o curso de tecnólogo em comércio exterior?

Para começar, são apenas dois anos de curso, divididos em quatro semestres.

O curso acontece de forma a afunilar os conhecimentos, de gerais para específicos.

Sendo assim, no primeiro semestre, a grade curricular corresponde a matérias como Liderança e Competências, Gerenciamento de Projetos e Gestão de Contabilidade.

Já nos semestres seguintes, os assuntos vão se especificando e o aluno tem contato com matérias como Supply Chain Management e Logística, Gestão Financeira e Orçamentária, Legislação Aduaneira e Tributária, Operações de Câmbio, Comex, Inteligência de Mercado.

No total, são 1600 horas-aula.

Além disso, o aluno também precisa realizar 120 horas-aula de atividades complementares, além de 160 horas-aula de projetos de extensão.

Qual é o salário de um profissional tecnólogo do comércio exterior?

O salário inicial de quem trabalha com comércio exterior é de R$ 2.142,40, no cargo de assistente de comércio exterior, de acordo com o site catho.com.

Podemos falar salário inicial, pois conforme a especialidade e nível de cargo assumido, a remuneração também se altera, como você pode conferir:

Esses são dados atualizados para o ano de 2022 e refletem uma média salarial em território nacional.

Porém, é válido mencionar que dependendo do porte da empresa e rotina de trabalho (com adicional noturno, por exemplo), tais remunerações podem ser ainda maiores.

Existe diferença entre Comércio exterior e Comércio internacional?

Terminologicamente, há certa confusão entre esses dois termos, logo que são bem parecidos em um primeiro momento.

Porém, há claras diferenças entre eles quando olhamos com mais cuidado. Entenda:

Comércio Internacional

Nas relações comerciais internacionais diversas vezes surgem a necessidade de padronização de normas que precisam ser adotadas por todos os países, como forma de tornar mais efetivas tais comercializações.

Por isso, órgãos como a Organização Mundial do Comércio (OMC) e a Câmara do Comércio Internacional (CCI) estabelecem acordos entre países e blocos, de forma a tornar tais atividades favoráveis a todos os envolvidos.

Por exemplo, a padronização do preço de venda de um produto ou matéria-prima de países pertencentes a um mesmo bloco, como o Mercosul ou a União Européia, de forma a fortalecer o grupo e não formar concorrência entre países parceiros.

Comércio Exterior

Por outro lado, há produtos, bens ou serviços aos quais essas normas não são aplicadas e que possuem regras, acordos e padronizações específicas de cada país. 

Quando um produto, matéria ou serviços se enquadra nesse quesito, chamamos de Comércio Exterior tal atividade, logo que a mesma busca regulamentar as atividades de importação e exportação, dentro da legislação nacional, incluindo processos administrativos, tributários e aduaneiros.

Não há comércio exterior sem a presença de bons profissionais

Não há dúvidas da importância da presença do profissional de comércio exterior em qualquer instituição, pública ou privada, que deseja realizar atividades comerciais com outros países.

Porém, estar bem capacitado para o cargo é tão necessário quanto.

Por isso, se você deseja seguir por essa carreira, não deixe de se inscrever no Vestibular da Athon Ensino Superior e dar o primeiro passo nessa jornada promissora.

blog vestibular

Quer receber informações sobre inovação e mercado de trabalho?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.