carreira de ti

7 dicas cruciais para seguir a Carreira de TI

Está sobrando vagas no mercado de TI (tecnologia da informação), porém, não é QUALQUER vaga. A maioria das empresas busca profissionais qualificados, com experiência e habilidades específicas.

E aí surge a dúvida: como seguir carreira em TI?

Não existe um único caminho e há várias possibilidades. Se é bom por um lado, porque há mais chances de encontrar algo que você goste, também há mais oportunidades de se perder.

A seguir, compartilhamos 7 dicas para mandar bem na carreira de TI.

1) Defina um objetivo

Sabe aquelas perguntas típicas de seleção de RH? Pois, antes de chegar diante dos recrutadores, faça a você mesmo e reflita sobre as seguintes questões:

  • Como você se imagina profissionalmente daqui a 5 anos?
  • Você prefere um emprego com salário fixo, um trabalho mais flexível, mas com renda variável ou, ainda, abrir o próprio negócio?
  • Quer trabalhar remotamente ou prefere ter um endereço para onde ir?
  • Quer fazer carreira em uma grande empresa? Onde você sonha chegar?
  • Imagina-se sendo empreendedor? De um negócio local ou deseja expandir mundialmente?

É importante refletir sobre essas questões para escolher os passos da sua carreira desde o início. 

2) Comece com uma graduação

Mesmo que você já tenha algum tipo de experiência com tecnologia, fazer uma faculdade vai te dar uma base para atuar em todas as áreas de TI. 

Além de optar pelo curso que mais te interessa – a Athon Ensino Superior, por exemplo, oferece:

  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Engenharia da Computação
  • Redes de Computadores
  • Sistemas de Informação

Todos eles te dão uma base sólida sobre o mercado de TI.

E, claro, como qualquer bom curso de graduação, ajuda a desenvolver outras habilidades para além do conhecimento técnico, como comportamentais e gerenciais.

Além de toda a parte teórica e prática, um diploma de ensino superior costuma ser requisito número 1 e eliminatório na grande maioria dos processos de seleção de emprego.

3) Invista no aprendizado de idiomas

Inglês é tão ou mais importante do que o português na carreira de TI. Isso porque é o idioma dos principais e mais atualizados conteúdos da área, seja vídeo ou texto. 

Os próprios softwares e sistemas de programação, muitas vezes, não têm tradução. 

Além disso, se você almeja uma experiência numa multinacional, conseguir uma bolsa, fazer um intercâmbio ou mesmo trabalhar no Exterior, inglês é pré-requisito número 00001.

Inglês é básico, mas não é tudo. Se você tiver tempo, paciência e um mínimo de recursos financeiros, vale a pena investir em outros idiomas, como alemão, francês ou até japonês.

Lá fora, as empresas e os recrutadores valorizam muito o conhecimento de outras línguas, além de um diferencial, demonstra um interesse cultural que vai além do conteúdo tecnológico em si.

4) Estude para ser especialista e se diferenciar

Especialize-se. Se para a maioria dos cursos isso é recomendado, para a área de TI é uma obrigação.

Como há muitas pessoas que sabem um pouco sobre vários assuntos de tecnologia, é preciso se diferenciar, ser necessário, ser focado e saber tudo (que for possível) sobre um assunto.

Escolha alguma área que te interessa e que você vê potencial e demanda. Foque e invista nisso, tanto em formação e busca por conhecimento atualizado, quanto por experiência profissional. 

Na hora de se candidatar para uma vaga, você certamente estará na frente dos “generalistas” e terá segurança para defender seu diferencial.

5) Adquira experiência

Desde a faculdade, não deixe de procurar estágios, se candidatar a vagas, inclusive sem remuneração, se você puder. 

Aproveite, principalmente, os projetos desenvolvidos pela própria universidade.

Os alunos da Athon Ensino Superior, por exemplo, desenvolveram o aplicativo do Procon, que otimizou a comunicação e o relacionamento entre a comunidade de Sorocaba e o órgão. 

Outro projeto da TI da Athon é o Xenarthras, uma plataforma colaborativa para ajudar biólogos, engenheiros florestais, estudantes e pesquisadores a diagnosticar e a catalogar os animais da classe Xenarthras por região, colaborando para a proteção da espécie e do habitat.

vestibular athon blog

As duas iniciativas não tiveram nenhum custo para o poder público, mas trouxeram muitos ganhos para todos os envolvidos, inclusive para os estudantes, que puderam colocar isso no currículo.

Inclusive, há diversas parcerias em andamento com empresas e institutos para oferecer aos alunos dos cursos Athon experiências como essas, no desenvolvimento de projetos reais.

Depois de formado, se tiver a oportunidade de ingressar em uma grande empresa, melhor ainda, porque há mais chances de crescer, desenvolver novos projetos e adquirir experiência.

Mas se tiver o sonho de abrir uma startup, não o deixe de fazer, mesmo que seja em paralelo a um emprego fixo.

Procure e aceite trabalhos freelancers que te deem micro experiências – por exemplo, como lidar com clientes.

Invista em um bom computador ou, se possível, em um pequeno servidor. Monte um laboratório virtual e teste seus conhecimentos, seus projetos.

A ideia é movimentar-se, adquirir experiências diferentes tanto para descobrir do que gosta, quanto para estar preparado para as grandes oportunidades que vão surgir na sua carreira.

Você pode gostar: O Que Faz um Analista de Sistemas? Tudo Sobre a Profissão (2021)

6) Desenvolva soft skills

guia-de-carreira-em-ti

Você já deve ter lido por aí as “X soft skills que todo milionário deve ter” ou “Conheça as X soft skills que você deve aprender”.

Sim, elas são muito importantes e, apesar de o termo ser relativamente novo, nada mais são do que habilidades que lidam com a relação e interação com os outros. 

São habilidades como resiliência, empatia, colaboração e comunicação – que sempre foram requisitadas no mercado de trabalho, para todas as áreas.

O que acontece é que, muitas vezes, na área de TI, os profissionais acabam focando muito no conhecimento técnico, em correr atrás das novas tecnologias, e podem esquecer de investir na chamada “inteligência emocional”.

Um bom curso de graduação, seja bacharelado ou tecnólogo, já dá uma boa base para isso, mas talvez seja interessante investir em cursos complementares, em voluntariados, em viagens e outros ambientes que te tragam um diferencial.

Anota aí: apenas inteligência e experiência não bastam na área da TI. As habilidades comportamentais e gerenciais são o que fará você um profissional acima da média.

7) Invista no networking

Entre os experts em T.I essa dica é unânime: invista no seu networking.

Algo que faz toda a diferença quando queremos ingressar numa carreira de TI é o networking.

Valdinei Castelan – Coordenador dos Eixos de Engenharia e T.I da Athon Ensino Superior

Já ficou lá no passado aquela visão de quem trabalha em T.I é necessariamente alguém super introvertido, que não gosta de lidar com pessoas.

No carreira de TI, o networking é fundamental.

“Manter contato com profissionais da área é fundamental, e quando estamos cursando uma graduação ou MBA na Athon temos essa chance. Os professores são do mercado, muitos alunos trabalham na área, as empresas parceiras da Athon e as diversas palestras que temos propiciam ao aluno oportunidades durante todo o período do curso e mesmo depois, pela rede de contato que fez.”, comenta Castelan.

Carreira em TI vale a pena?

O Brasil forma 46 mil pessoas nesta área por ano, mas seriam necessárias 70 mil para atender ao mercado existente. 

Ou seja, é fato: há um deficit de 24 mil formandos de TI por ano. 

O mercado de T.I tem vagas de sobra para bons profissionais.

Se você tem interesse na área, convidamos você a conhecer os cursos de T.I da Athon Ensino Superior:

  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Redes de computadores
  • Sistemas de Informação
  • Engenharia da computação

Fique à vontade para tirar suas dúvidas com a nossa equipe aqui nos comentários.

Quer receber informações sobre inovação e mercado de trabalho?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.