analista de recursos humanos

Analista de RH: o que faz , quanto ganha e por que é uma profissão em expansão

Engana-se quem pensa que, para ter um negócio de sucesso, basta investir em infraestrutura e tecnologia. 

A resposta, na verdade, é mais simples, mas também mais complexa ao mesmo tempo. 

O sucesso de uma empresa está nos profissionais que nela atuam.

O capital humano é o grande trunfo de um negócio de sucesso.

Pessoas que são capacitadas e que são motivadas pela empresa em que atuam certamente trarão resultados melhores. 

E existe uma pessoa que é responsável por captar esses talentos e lapidá-los em verdadeiros tesouros para a empresa. 

Não sabe qual? 

Bom, apresentamos o analista de recursos humanos.

O que faz um analista de recursos humanos?

O analista de recursos humanos é o responsável pela contratação de quase todos os trabalhadores de uma empresa. 

O profissional cumpre funções estratégicas e fundamentais dentro de uma companhia. 

Suas funções vão de prazerosas, como a contratação e o treinamento de novos profissionais, por exemplo, a bastante desagradáveis, como a “chamada de atenção” e a demissão. 

“Contrate pelo caráter. Treine as habilidades.” – Peter Schutz, CEO da Porsche entre 1981 e 1987

Quem nunca tremeu na base ao escutar a frase “passa no RH”?

O analista de RH geralmente é uma pessoa de bastante confiança do dono ou do diretor executivo de uma empresa. 

É responsável por toda a vida funcional dos trabalhadores, e possui informações importantes, como valor dos salários de cada um.

O analista vai atuar diretamente com os auxiliares e os assistentes de recursos humanos.

Você estará lidando com algo muito caro ao trabalhador: o salário. Além de todos os direitos, como férias e benefícios.

Onde o analista de recursos humanos pode trabalhar?

A área de atuação do analista de RH é uma das mais vastas.

Isso porque todas as empresas de médio e grande porte, e mesmo algumas de pequeno porte, vão precisar desse tipo de profissional.

Não só pela praticidade, mas também pela segurança jurídica em casos de demissões de funcionários.

Há espaço para o profissional do RH tanto no serviço público como no privado.

Veja, a seguir, algumas das atribuições do analista de RH.

  • Acompanha o processo de desligamento de funcionários desligados.
  • Garante o cumprimento dos direitos trabalhistas dos funcionários, como recebimento de salário, férias e benefícios; 
  • Cria e implanta programas de capacitação para colaboradores antigos e programas de treinamento para novos funcionários, instruindo ainda sobre a cultura da empresa; 
  • Administra o quadro de colaboradores – conhece cada funcionário e sua respectiva função e está de olho no cumprimento de todas as obrigações de cada um;
  • Analisa o desempenho de cada colaborador para propor ações que minimizem os erros e melhorem os resultados; 
  • Ajuda a definir os cargos que a empresa precisa ter no quadro para funcionar bem e ainda o salário mais adequado para cada função; 
  • Implementa iniciativas de desenvolvimento pessoal e planos de carreira para motivar os colaboradores a darem o melhor de si e crescerem dentro da empresa; 
  • Promove processos de seleção e recrutamento para contratação de novos talentos e colaboradores com entrevistas, aplicação de testes e avaliação psicológica.

Qual o perfil de um analista de recursos humanos?

O ideal é que os profissionais do RH sejam extremamente qualificados.

Isso porque o trabalho deles terá impacto direto na qualidade dos profissionais contratados, e isso pode influenciar muito o sucesso ou fracasso de uma empresa.

Entendeu a responsabilidade desse profissional?

Costumeiramente, o cargo é preenchido por administradores, psicólogos ou profissionais pós-graduados em gestão de pessoas. 

São pessoas com capacidade de liderança e que possuem amplo domínio do que precisam fazer.

Ou seja: são pessoas decididas, pró-ativas e seguras da própria habilidade.

banner mid vestibular

Além disso, uma boa equipe de RH tem pleno conhecimento de que está lidando com pessoas, não com números funcionais. 

O conhecimento de práticas de gestão de pessoas é o que diferencia um bom profissional do ramo.

Como se tornar um analista de recursos humanos?

Bom, para exercer essa função, é preciso ter alguma formação em Gestão de Recursos Humanos ou áreas relacionadas.

É preciso que o curso seja reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), ok?

A Athon também oferece um MBA de Gestão Estratégica de Pessoas, no qual o aluno aprende a desenvolver as capacidades necessárias para contribuir com o desenvolvimento de uma empresa, ou ainda a gerenciar talentos para um projeto próprio. 

Quanto mais qualificado você for, maior é a chance de que venha a assumir outras demandas da empresa.

Além disso, você pode subir dentro da própria carreira, de analista a gestor, coordenador ou gerente do departamento de RH da empresa.

Qual é o salário de um analista de recursos humanos?

Em média, a faixa salarial de um analista de recursos humanos é de R$ 3,2 mil.

Pode variar, porém, entre 2,5 mil e 4,3 mil.  

Vale lembrar que ser analista de recursos humanos é uma etapa superior – normalmente, quem atua nessa área já foi assistente de recursos humanos.

O tamanho da empresa em que você trabalha também pode influenciar na quantidade de zeros presente no salário do profissional, é claro. 

Por que o RH é hoje um dos setores mais valorizados em uma empresa

o que faz um analista de rh

A boa formação de profissionais de RH não contribui somente para o bom rendimento funcional do trabalhador.

É uma vantagem competitiva para a empresa, que acaba sendo vista como mais confiável e segura.

Além disso, o trabalhador feliz falará maravilhas da empresa a outras pessoas. 

Por exemplo: você com certeza já ouviu alguém falar que alguma marca de roupa que explora os seus funcionários.

Muitas pessoas, a partir desses relatos, deixam de consumir os produtos da empresa.

O contrário também é verdadeiro.

Quando a reputação de uma empresa é boa nesse sentido – ou seja, quando os trabalhadores estão felizes dentro de uma companhia -, isso acaba sendo refletido no resultado da empresa como um todo.

E, é claro, a felicidade funcional de um trabalhador passa, também, pelo RH.

Um RH empático, atento à necessidade dos trabalhadores, faz toda a diferença. 

O principal ativo de uma empresa é o capital humano. 

Pessoas motivadas estão mais propensas a terem boas ideias, a serem mais produtivas, a darem mais de si para que a empresa siga crescendo.

É o famigerado “vestir a camisa”, sabe?

E pode não parecer, mas isso passa pelo RH, uma vez que é o setor responsável por cumprir as primeiras etapas da vida funcional de uma pessoa. 

E um analista de RH bem treinado será capaz de identificar um bom profissional, adequado às necessidades da empresa, e a trazê-lo para o time.

A tarefa de um analista de recursos humanos parece simples, mas precisa de muito conhecimento sobre as pessoas e, também, sobre procedimentos administrativos.

É uma área apaixonante que, se bem exercida, tornará ambientes empresariais mais leves e produtivos! 

Quer receber informações sobre inovação e mercado de trabalho?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.